mxrrocker
Lost in the Dark

Home

Alice in Chains | Black Sabbath | Cannibal Corpse | Coal Chamber | Dark Tranquillity | Green Day | Green River | Kyuss | Krisiun | L7 | Melvins | Metallica | Mother Love Bone | Mudhoney | Nirvana | Pearl Jam | Ramones | Screaming Trees | Slayer | Soundgarden | Temple Of The Dog | The Doors | Veruca Salt | Cifras e Tablaturas | Citaçoes | Bloody Ice Cream | Coffee and Tv | Coluna da *ALICE JUNKHEAD | Coluna Torta | TIENDA DEL CHAVO | Letras Traduzidas | Lost in the Dark

Notiçias Relacionadas a morte do Layne Staley... Um Pouco mais de Alice in Chains... e um texto relacionado...

Exames confirmam que corpo é de Layne Staley

vocalista da banda Alice in Chains, foi encontrado morto em seu apartamento em Seattle, já em estado de decomposição, na noite de sexta-feira, e só na tarde de sábado testes confirmaram a identidade do morto.

Ex-vocalista do Alice in Chains morre aos 34 anos

O ex-líder da finada banda Alice in Chains, o grupo de rock cujas letras mórbidas sobre a morte vendeu milhões de álbuns durante a revolução "grunge" da década de 1990, morreu possivelmente por overdose, disse um porta-voz da polícia.

O corpo de Layne Staley, 34, foi descoberto em seu apartamento na sexta-feira, depois que a polícia atendeu um chamado de um amigo que ficou preocupado por não vê-lo por várias semanas, disse o porta-voz do departamento de polícia, Duane Fish. Ele não quis identificar o amigo do vocalista.

Dentro do apartamento, Staley foi encontrado deitado em um sofá com óbvios sinais de ter morrido por overdose ou morte natural, disse Fish. Vários instrumentos usados para se preparar drogas foram encontrados no local. Não se sabe quando Staley morreu. Como ninguém deve dar queixa, não haverá investigação pela polícia, disse Fish.

O instituto médico legal local não soube determinar ainda a causa da morte. Staley, entretanto, já foi usuário de heroína durante sua carreira. A banda se separou temporariamente em 1994, frustada pela incapacidade de seu líder ficar longe das drogas. Dois anos depois o Alice in Chains acabou definitivamente após uma série de shows durante uma turnê do Kiss.

Fãs e amigos fazem memorial para vocalista do Alice in Chains em Seattle

Fãs e amigos do vocalista do grupo Alice in Chains, Layne Staley, fizeram uma vigília em homenagem ao cantor, encontrado morto em seu apartamento no dia 19, em Seattle.

Eles se reuniram no Seattle Center, onde acenderam velas e deixaram flores. Segundo o jornal "Seattle Post Intelli gencer", muitos usavam camisetas de bandas grunge, como o Nirvana, Soundgarden e, claro, Alice in Chains.Os remanescentes da banda - Jerry Cantrell (guitarra), Mike Inez (baixo) e Sean Kinney (bateria) - compareceram ao local, acompanhados do ex-baixista Mike Starr e de Chris Cornell (ex-vocalista do Soundgarden) e Susan Silver (esposa de Cornell e ex-empresária do Alice in Chains).

"Meu coração está despedaçado", disse Kinney. "Já perdi muitos amigos, mas isto...".Exames quanto à causa da morte ainda não foram concluídos, mas a polícia disse que só há duas possibilidades: causas naturais ou overdose.

Staley, que tinha 34 anos, passou boa parte do anos 90 lutando contra o vício de heroína. Ao lado do Alice in Chains ele foi um dos pioneiros do movimento grunge, e emplacou sucessos como "Man in the box", "Would?" e "Angry chair".

aliceinchainslogu.jpg

SEATTLE - Equipamento para o uso de heroína foi encontrado com o corpo do vocalista do Alice in Chains, Layne Staley, informou a polícia.

Autoridades disseram que Staley, de 34 anos, permaneceu morto em seu apartamento na área norte de Seattle por duas semanas. Havia seringas para injetar heroína ao redor dele, que foi encontrado por um parente.

Assassinato não foi considerada uma hipótese válida, e não haverá investigação criminal, informou o porta-voz da polícia de Seattle, Duane Fish.

"Não houve nada de suspeito em relação à morte. Parece ser uma overdose ou morte por causas naturais", contou Fish. O corpo de Staley foi encontrado na sexta, mas a presença do material para uso de drogas e a hora da morte não haviam sido divulgados.

Exames foram realizados no sábado, mas a causa da morte só será divulgada em algumas semanas porque os resultados não foram conclusivos, informou o necrotéria de King County.

Integrantes do Alice in Chains publicam comunicado sobre morte de Layne Staley

Jerry Cantrell (guitarra), Mike Inez (baixo) e Sean Kinney (bateria), remanescentes do Alice in Chains, publicaram um comunicado sobre a morte do vocalista da banda, Layne Staley, informa o site da Billboard.

Leia abaixo a íntegra da nota.

"Ontem ficamos todos juntos em Seattle; é bom ficar com amigos e família enquanto lidamos com essa perda imensa... e tentamos celebrar essa vida gigante. Procuramos as coisas de sempre: conforto, propósito, respostas, algo para nos agarrarmos, uma forma de deixarmos ele ir em paz.

Estamos com os corações partidos pela morte de nosso lindo amigo. Ele era um homem doce, com um humor aguçado e um profundo senso de humanidade. Ele era um músico fantástico, uma inspiração, e um conforto para muitos. Ele fez ótimas músicas e presenteou o mundo com elas. Temos orgulho de tê-lo conhecido, de sermos amigos dele, e de termos criado música com ele.

Durante a década passada Layne lutou muito - só podemos esperar que ele finalmente tenha encontrado a paz. Nós te amamos, Layne. Muito. E sentiremos sua falta... para sempre."

Layne Staley foi encontrado morto em seu apartamento, na área norte de Seattle, na sexta-feira - mas a polícia só divulgou a informação no dia seguinte. Segundo exames preliminares, ele já estava morto há cerca de 15 dias.

Oficialmente a causa da morte ainda não foi determinada, mas a polícia só trabalha com duas hipóteses: causas naturais ou overdose, sendo a segunda mais provável, já que havia objetos relacionados ao uso de heroína ao lado do corpo.

No sábado centenas de pessoas, incluindo Inez, Cantrell, Kinney, Mike Starr (ex-baixista do Alice in Chains) e Chris Cornell (ex-vocalista do Soundgarden) participaram de uma vigília no centro de Seattle. Staley tinha 34 anos.

Vocalista do Alice in Chains morreu por overdose de cocaína e heroína

O exame toxicológico do corpo de Layne Staley, vocalista do grupo Alice in Chains, informou que o artista morreu por uma overdose de cocaína e heroína, informa o site da MTV americana.

Também foi determinado que ele morreu no dia 5 de abril - mesma data em que Kurt Cobain se matou, em 1994, também em Seattle.

Ainda segundo a MTV, o speedball - essa mistura de cocaína com heroína - causou a morte dos atores River Phoenix e James Belushi.

A morte de Staley foi determinada como acidental.

aliceinchainslogu.jpg

King Of The Rodeo

O FATO É QUE O REI DO RODEIO GRUNGE ESTÁ MORTO. UM EXCELENTE CANTOR... COM UMA CRIATIVIDADE E INTELIGÊNCIA ENORME... ESTÁ MORTO... REALMENTE DE QUE SERVIU TUDO ISSO?... FOI USADO PARA MÚSICA E NÃO PARA VIDA.

AS DROGAS O CONSUMIRAM... APOIO NÃO DEVE TER FALTADO... MAS ISTO DEPENDE DA PESSOA. QUEM TEM QUE QUERER VIVER É VOCÊ... MAS SE TU ACHAS QUE A VIDA NÃO TEM SENTINDO.. PROCURE UM... DÊ UM SENTINDO A ELA... NINGUÉM PODE FAZER ISTO POR VOCÊ.

APESAR DE TUDO... VALE A PENA ACORDAR TODOS OS DIAS... VOCÊ PODE ATÉ ACHAR QUE NÃO... MAS VALE... VOCÊ PODE ATÉ NÃO ENXERGAR MAS TEM ALGUEM QUE REALMENTE GOSTA DE TI...

PORTANTO... LUTE... NÃO TENHA MEDO... DROGAS NO COMEÇO É UM OBJETO DE PRAZER... MAS DEPOIS O OBJETO É VOCÊ...

JAMAIS SE ENTREGUE... E LEMBRE-SE... VOCÊ É IMPORTANTE PARA ALGUÉM... LUTE PELA VIDA!

Marcelo
MXR < Killer is Me >

Um Pouco mas do Alice in Chains e sua Discografia

aliceinchainslogu.jpg

Um dos mais importantes grupos de rock dos anos 90, o Alice in Chains ajudou a impulsionar o movimento grunge. Em 1990 a banda lançou "Facelift", disco que trazia os sucessos "Man in the box", "Sea of sorrow" e "We die young".
Dois anos depois veio "Dirt", que emplacou "Them bones", "Rooster", "Would?" (que também fazia parte da trilha sonora de "Singles - Vida de Solteiro", de Cameron Crowe) e "Angry chair".

Em 1993 o Alice in Chains foi uma das atrações do festival brasileiro Hollywood Rock, ao lado do Nirvana e o L7.

"Alice in Chains" saiu em 1995 e não teve a mesma recepção dos trabalhos anteriores, mas as canções "Heaven beside you" e "Over now" chegaram a ter uma boa execução nas rádios.

Em 1996 foi a vez do Acústico MTV da banda, que teve a inédita "The killer is me". Nesse ano ocorreu também a última turnê da banda, ao lado dos veteranos do Kiss.
O grupo lançou também dois EPs acústicos, bem diferentes do tipo de som que costumavam fazer: "Sap" (de 1992, que trazia "Right turn", creditada ao Alice Mudgarden, união do Alice in Chains, Mudhoney e Soundgarden) e "Jar of Flies" (de 1994).

aliceinchainslogu.jpg

Seguiu-se uma série de compilações: "Music Bank" (caixa de raridades lançada em 1999, que tinha também a nova "Get born again"), "Nothing Safe" (do mesmo ano, uma versão resumida da caixa), "Live" (2000, coletânea de apresentações ao vivo) e "Greatest Hits" (2001).

Staley também foi vocalista da banda Mad Season, que lançou apenas um CD, "Above" (1995). O grupo também tinha Mark Lanegan (do Screaming Trees, nos vocais), Mike McCready (guitarrista do Pearl Jam), Barrett Martin (baterista do Screaming Trees, que agora toca com o titã Nando Reis) e Baker Saunders (baixo).

O artista também fez parte do Class of '99, supergrupo formado por Tom Morello (Rage Against the Machine), Stephen Perkins (Jane's Addiction) e Matt Serlic (tecladista que já gravou com Matchbox Twenty e Collective Soul). Eles gravaram "Another brick in the wall - part 2", do Pink Floyd, para a trilha sonora de "Prova Final".

aliceinchainslogu.jpg

aliceinchainslogu.jpg