mxrrocker
Soundgarden

Home

Alice in Chains | Black Sabbath | Cannibal Corpse | Coal Chamber | Dark Tranquillity | Green Day | Green River | Kyuss | Krisiun | L7 | Melvins | Metallica | Mother Love Bone | Mudhoney | Nirvana | Pearl Jam | Ramones | Screaming Trees | Slayer | Soundgarden | Temple Of The Dog | The Doors | Veruca Salt | Cifras e Tablaturas | Citaçoes | Bloody Ice Cream | Coffee and Tv | Coluna da *ALICE JUNKHEAD | Coluna Torta | TIENDA DEL CHAVO | Letras Traduzidas | Lost in the Dark

aic_acustico.jpg

aic_acustico.jpg

Soundgarden
Formação: Seattle, 1984
Acabou oficialmente em Abril de 1997

Chris Cornell - vocal e guitarra
Kim Thayl - guitarra
Ben Sephard - baixo
Matt Cameron - bateria

outros integrantes:
Hiro Yamamoto - baixo(membro fundador, deixou a banda em 1989)
Jason Everman - baixo(tocou com a banda ao longo de 1989)
Scott Sundquist - bateria(tocou apenas durante o primeiro ano da banda)

aic_acustico.jpg

Biografia:

Apesar de ser uma das principais bandas do movimento grunge e, assim como o Pearl Jam e o Nirvana, ter nascido em Seattle, os dois membros fundadores do Soundgarden não são dessa cidade. Kim Thayil (guitarrista), Hiro Yamamoto (baixista) e Bruce Pavitt eram amigos em Illinois, e, em 1981, decidiram se mudar para Olympia para tentar se matricular em alguma universidade. Logo depois se mudaram para Seattle, atraídos pela cena musical dessa cidade (Thayil conhecia a cidade pois havia vivido lá uma parte de sua infância). Thayil e Hiro formaram algumas bandas, entre elas o Shemps, ao lado do guitarrista Matt Dentino. Depois de algum tempo, Hiro participou de uma outra banda que tinha como baterista o jovem Chris Cornell. Cornell sempre havia tocado bateria, apesar de desde cedo praticar seus vocais indefiníveis na cozinha de sua casa em Melrose Avenue East, Seattle. Thayil se juntou a eles em 1984 e nomearam a banda de Soundgarden. Cornell passou a ser o vocalista da banda e Scott Sundquist ocupou a bateria por cerca de um ano. Bruce não seguiu os passos de seus amigos: ele fundou um fanzine que tempos depois iria se tornar o selo alternativo Sub-Pop.

Nos primeiros anos da banda, eles tocaram e fizeram nome nos clubes de Seattle. Chegaram a tocar algumas vezes com Husker Du e Melvins. A cena grunge estava começando a se formar, e o Soundgarden estavam vivendo e ajudando a criar esse momento. O som da banda ainda não era muito bem definido: era uma mistura de heavy metal com um som mais alternativo. Em 1986, eles gravaram duas músicas para um disco chamado "Deep Six", que tinha em sua play list outras bandas como Melvins, Skin Yard e Green River (o embrião do Mudhoney e do Mother Love Bone). Ainda em 1986, eles trocam de baterista: sai Scott (que era casado e tinha filhos) e entra Matt Cameron, que tocava no Skin Yard. No ano de 1987, o selo Sub Pop de Bruce Pavitt já era uma realidade, e o Soundgarden foi uma de suas primeiras aquisições. Assinaram contrato no verão desse mesmo ano.

Ainda em 1987, lançam o EP chamado "Screaming Life". Logo depois, já em 1988, eles lançam mais um EP chamado "Fopp". Mais tarde, em 1990, eles resolveram relançar os dois discos em apenas um, de nome "Fopp/Screaming Life". A banda já possuía prestígio no círculo underground americano, quando assinou com um outro selo alternativo, o SST Records. Continuando no ano de 1988, eles lançam o disco "Ultramega OK". É um excelente disco de estréia, que possui como destaque um cover de John Lennon, "One Minute of Silence".
Ainda em 1988, eles trocam novamente de selo. A nova casa agora é a A&M Records, que já havia tentado contratá-los nos tempos de Sub-Pop. Seu primeiro disco por este selo é "Louder Than Love", lançado no começo de 1989. O título original era "Louder Than Fuck", mas resolveram trocar o nome para evitar polêmicas. Logo depois desse lançamento, Yamamoto resolve deixar a banda para ingressar na Universidade. Jason Everman, que havia tocado com o Nirvana, é o seu substituto. Com Everman no baixo, a banda excursiona com o Voivod e o Faith No More. Mas Everman não fica muito tempo, e em 1990 entra em seu lugar Ben Shepperd. Foi com essa formação que o Soudgarden entrou para a história: Ben Shepperd (baixo), Chris Cornell (vocal), Kim Thayil (guitarra) e Matt Cameron (bateria).
Mas ou menos nessa época, o vocalista do Mother Love Bone, Andy Wood, morre de overdose. Ele era muito amigo do pessoal do Soundgarden, e estes, ao lado de alguns integrantes do Pearl Jam, resolvem gravar algumas canções em homenagem ao seu falecido amigo. Esse projeto paralelo acaba rendendo um disco, e a banda fica conhecida como Temple of the Dog. O disco sai pela própria A&M Records, em 1991. É nesse disco que está o emocionante dueto de Chris Cornell e Eddie Vedder, a música "Hunger Strike".
Em 1991, o Soundgarden volta ao estúdio, ao lado do produtor Terry Date, para a gravacão de um novo álbum. "Badmotorfinger" sai ainda em 1991. Com várias músicas tocando na MTV e nas rádios (entre elas: "Rusty Cage" e "Jesus Christ Pose") a banda começa a fazer sucesso em um público mais amplo, que não conhecia o quarteto de Seattle anteriormente. A banda faz turnês com o Guns n Roses, Skid Row, Monster Magnet, Faith No More e com Neil Young, além de participar do festival anual Lollapalooza. O álbum "Badmotorfinger" foi o elo entre o 'grunge metal' e o som experimental e um pouco mais comercial que imortalizaria a banda mais tarde.
Ficou claro também que o Soundgarden era uma daquelas bandas que evolui a cada álbum. A tendência do grupo sempre havia sido um som cada vez mais experimental, o que persistiria nos álbuns vindouros.
Em 1993, a banda volta ao estúdio para gravar mais um álbum. Em 1994, é lançado "Superunknow". O disco possui vários hits, entre eles, a música "Black Hole Sun", que virou a música-símbolo da banda e um dos hinos do grunge. Esse disco rendeu vários prêmios para o grupo, que agora, definitivamente, era conhecido no mundo todo. O conjunto participa de várias turnês pelo mundo, tocando ao lado de nomes como Screaming Trees, Reverend Horton Head e You Am I. Algumas turnês pela Europa foram canceladas devido a um problema nas cordas vocais de Chris Cornell.
Em 1996, a banda lança o disco "Down on the Upside", que é mais longo e denso do que os anteriores, e talvez por isso mesmo não tenha feito tanto sucesso quanto os outros. Também teve o azar de ser lançado quando o grunge estava começando a perder o folêgo. Mas, entre os fãs mais ardorosos do grupo, foi tido como o melhor de todos até o momento. Mesmo não sendo tão acessível quanto os outros, possui alguns hits, entre eles, "Blow Up the Outside World", "Burden in My Hand" e "Pretty Noose". Mais uma longa turnê se iniciou, novamente tendo algumas paradas por causas dos problemas vocais de Chris. Participaram também de mais uma edição do Lollapalooza.
Este último álbum (talvez uma despedida involuntária), retrata como a banda se sentia na época. Apesar de estarem no topo da fama e reconhecimento, no lado de cima (up side), eles continuavam 'down'. A escada de gravadoras subida pela banda (desde Sub-Pop, selo alternativo de Seattle, até a A&M Records) comprova isso. Neste disco eles dispensaram os produtores e eles mesmos escolheram as músicas que entrariam no álbum. Talvez por isso esse seja considerado pelos fãs do Soundgarden o melhor álbum deles.
Aos poucos os integrantes da banda foram se envolvendo em outros projetos, e o fim da banda começou a parecer próximo. Em abril de 1997, a banda anuncia o seu fim. "They mutually decided to disband to pursue other interests" (algo como: "Eles [a banda] reciprocamente decidiram se separar para perseguir outros interesses"), dizia o comunicado oficial que a banda divulgou. Apesar de ser a versão oficial, houveram boatos de brigas entre Ben e o resto da banda.
O último lançamento da banda foi uma coletânea chamada "A-Sides" que reúne alguns de seus maiores sucessos ao longo de seus mais de 10 anos de carreira.
Atualmente, os ex-integrantes do Soundgarden continuam com suas carreiras musicais. Por exemplo, Matt Cameron está com o pessoal do Pearl Jam, enquanto Chris Cornell acaba de lançar seu disco solo intitulado "Euphoria Morning". Esse disco não agradou muito os fãs do Soundgarden pois está muito comercial e com letras sem a inspiração da época do grupo. Bem, Shepperd toca numa banda chamada Devilhead, que passa longe de ser grunge.
Tem havido recentemente muitos boatos, principalmente pela Internet, de que a banda voltaria a se reunir. Mas, infelizmente, por enquanto são apenas boatos.

aic_acustico.jpg

Discografia:

Ultramega Ok1988 (SST)
Louder Than Love 1989 (A&M)
Screaming Life / Fopp1990 (SubPop)
Badmotorfinger1991 (A&M)
Superunknown1994 (A&M)
Down on the Upside 1996 (A&M)

aic_acustico.jpg

http://web.stargate.net/soundgarden/

aic_acustico.jpg